Quanto mais transparente e rigoroso é o controle de ponto, menor é a probabilidade de conflitos judiciais. A grande maioria dos processos trabalhistas acontece quando o colaborador alega ter ficado trabalhando fora do horário e quer receber pelas horas trabalhadas, quando alega jornada de trabalho abusiva, erros no registro e assim por diante.

Se o controle de ponto for eficiente, transparente e possibilitar que tanto o colaborador, quanto a gestão e o RH tenham acesso às informações, haverá menos lugar para especulações, erros e, consequentemente, para a abertura de processos.

Para você ter uma ideia, em 2017, o Tribunal Superior do Trabalho registrou que quase 20% dos processos em tramitação na Justiça do Trabalho eram referentes às horas extras indevidas. Isso só comprova que manter um controle de ponto efetivo ajuda a empresa a evitar os processos trabalhistas, uma vez que conseguem acompanhar a jornada de trabalho dos colaboradores com mais eficiência.

Caso haja conflitos judiciais, o registro / controle de ponto serve como prova
Como mencionamos acima, o controle de ponto possibilita uma gestão de jornada eficiente. Não apenas em relação a visualização, mas também registrando déficits, atrasos, faltas e horas extras. Como essas questões ficam documentadas, a empresa pode garantir que tomou as devidas providências para manter a carga horária do trabalhador alinhada ao seu contrato.

O registro de ponto dos colaboradores é uma das provas que mais contam em um processo trabalhista. Por isso, quanto mais informações for possível extrair dele, melhor. Dessa forma, a sua empresa estará preparada para esclarecer possíveis dúvidas.

Precisa de um Relógio de Ponto, fale conosco!
(41) 99185-0909 Whatsapp